Sobre mim / About me



PT (Skip to English)
Bem-vindos ao Verde à Mesa!

Cresci rodeada de pratos e panelas. Filha e neta de duas super cozinheiras, as minhas memórias de infância mais queridas são as passadas na cozinha. O meu primeiro posto na hierarquia da cozinha lá em casa foi a ir buscar ingredientes, aprendi a apreciar os diferentes cheiros das especiarias, as texturas dos alimentos e finalmente a distinguir os coentros da salsa. Depois de incessantes "Vó posso fazer?" e "Mãe posso ser eu a mexer?" consegui conquistar o meu lugar como ajudante de segunda linha, com a minha irmã mais velha a ocupar o primeiro lugar por direito.

Seguiram-se as desgraças na cozinha, os pratos que a família tinha medo de provar e algumas surpresas positivas conseguidas com a ajuda da mana, que serviam de menu no meu restaurante de brincar. Estava plantada a semente da culinária, a paixão pela comida. A boa gastronomia portuguesa sempre reuniu a minha família e amigos à mesa e para mim não há nada como o prazer de uma refeição partilhada com os que mais amamos, a conversa que é como as cerejas e o tempo que se dedica a estes momentos.

Em 2013 mudei-me para Londres e entre as saudades de casa e a velocidade do Big Smoke a minha saúde física e mental começou-se a deteriorar, o que exigiu uma mudança na minha alimentação e na minha relação com a comida. Resumidamente, tornou-se muito mais verde, mantenho-me afastada da carne e tento evitar açúcares refinados, farinhas refinadas, gorduras trans e saturadas e alimentos processados o melhor que posso. Substitui-os por mais vegetais, leguminosas, açúcares naturais, farinhas integrais, fruta e frutos secos. Usamos a palavra verde para descrever uma alimentação mais saudável, mas na verdade tornou-se muito mais colorida graças à variedade de vegetais! Em Londres tive também a oportunidade de experimentar cozinhas diferentes, sabores que não conhecia e que me abriram o paladar e os horizontes. No trabalho era conhecida por querer provar o que os meus colegas estão a comer, o que na cultura londrina não é propriamente um elogio!

Entretanto regressei a Portugal e encontro-me a explorar a culinária saudável e biológica aqui. As receitas que post são maioritariamente, vegetarianas, pescetarianas ou vegan, focadas em nutrir o corpo e dar uma sensação de conforto e vitalidade. Adoro sentir-me nutrida depois de uma refeição, é uma forma de amar e tratar do meu corpo e de mim. Da mesma forma também sinto prazer em satisfazer um desejo por uma sobremesa ou um petisco mais rico. Ser saudável é aprender a equilibrar os dois e a sabermos lidar com as indulgências, fazermos as pazes com o nosso corpo e amarmo-nos.
Adoro yoga, o ar-live, caminhas e comprar comida. Também aprecio partilhar e por isso podes esperar encontrar mais do que apenas receitas no meu blog.
Espero ver-te à mesa,
Mariana

Queres-te manter em contacto ou dar a tua opinião?
Segue-me no Instagram: www.instagram.com/verdeamesa
Faz like da minha página no Facebook: www.facebook.com/verdeamesa
Envia-me um email: verdeamesa@gmail.com


EN
Welcome to Verde à Mesa!

Verde à mesa literally means “something green on a table” and I’m all about that in both senses of the word “green”.

I grew up surrounded by pans and pots. As the daughter and granddaughter of two amazing cooks, my most cherished childhood memories are of times spent in the kitchen. My first duty in the kitchen hierarchy at home was the mise en place, read the recipes and set things up. After persistent “Nan, can I do that?” and “Mom, can I stir it?” requests, I finally conquered my place as second helper, with my older sister being the first.

Then came the kitchen nightmares phase, when my family was scared of tasting my creations, luckily my sister was there to salvage dinner most nights and we managed to come up with some really cool menus in my pretend restaurant. That’s how the cooking started, the passion for food. Portuguese cuisine has always brought family and friends together and for me there’s nothing better than the pleasure of sharing a meal with those I love, endless conversations and the time you invest into these moments.

In 2013 I moved to London and between being homesick and the speed of the Big Smoke my physical and mental health started deteriorating, which led me to change my diet and my relationship with food. Basically, it became much greener, I stay away from meat and try to avoid refined or artificial sugars, refined grains, trans fats and heavily processed foods to the best of my ability. I’ve replaced these for more vegetables, legumes, natural sugars, whole grains, fruit and nuts. We use the word green to describe a healthier diet, when in reality it is much more colorful thanks to the variety of plant-based foods!

While in London, I had the opportunity to try endless cuisines, flavors I had never thought of, which broadened my food horizons. At work I was known for always wanting to try my colleagues’ food, which wasn’t really a compliment.

I’ve now returned to Portugal and am exploring the organic and healthy food scene here.

The recipes I post are mostly vegetarian, pescetarian or vegan, with a focus on nourishing the body and giving you that comfy and full of energy feeling. I love a meal that makes me feel nourished and cherished, it´s a way of loving and taking care of my body and me. At the same time, I also feel good when indulging in a dessert or a heavier dish. Being healthy is about learning that balance and deal with indulgency the best you can, make peace with your body and love ourselves.

I love yoga, sunny outdoors, long walks and food shopping. I’m also into sharing stuff, so you can expect to find more than just recipes on my blog.

Hope you enjoy it!
Mariana

Want to get in touch or let me know your thoughts?
Follow me on Instagram: www.instagram.com/verdeamesa
Like my page on Facebook: www.facebook.com/verdeamesa
Drop me a line: verdeamesa@gmail.com